PROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTOPROJECTO

Assuma-se a inspiração deixada pelo nome, Nascentes, espaços de onde brotam as inúmeras possibilidades da natureza, ali unidas pelo seu ponto mais essencial: a água. Tendo como ponto de partida a ideia de que a integração e desenvolvimento social têm, na sua base, um trabalho de encontro com as pessoas, os lugares e os hábitos, o evento propõe-se a desenhar uma programação de raiz, com o apoio e intervenção directa da comunidade local, que relaciona artistas e espaços, natureza e criação, rasgo e tradição. Assumindo como elo comum as múltiplas possibilidades abertas pela riqueza natural e humana da aldeia das Fontes, o Nascentes vai propor um conjunto de iniciativas culturais e propostas de encontro que pretende servir de espaço para novas formas de olharmos o território e de, em conjunto, imaginarmos os caminhos que para os mesmos possamos criar.


Concertos, residências de criação, espaços dedicados ao público infanto-juvenil, convívios e jantares são alguns dos instrumentos chave para um evento em que arte serve como espaço de sensibilização para a importância da preservação de formas de ser e estar que estejam atentas ao tempo e espaço do Mundo.

Ao longo de cinco dias, o Nascentes quer celebrar o lugar de comunidade da aldeia das Fontes. 

View